poupar

Precisamos falar de um assunto difícil, mas importante: como estar pronta para lidar com emergências e desafios, principalmente aqueles que envolvem dinheiro.

Eu sei que ninguém tem vontade de ficar poupando para aquilo que pode ou não acontecer. No entanto, a verdade é que essas coisas acontecem: vazamentos aparecem, carros quebram, pessoas trocam de emprego, doenças surgem. Para estes momentos, existe a tranquilidade de possuir um fundo de emergência.

Para economizar, precisamos sempre ter algum bom motivo em vista: uma casa nova, trocar de carro, fazer aquela viagem dos sonhos, ou simplesmente pensar em futuro sem preocupações. Mas e quando surgem despesas que não podemos evitar e o nosso salário simplesmente não dá conta? É para esses momentos que é importante ter um fundo de reserva.

Especialistas indicam que o seu fundo deve representar de três a seis meses da sua renda líquida. Com ele, você pode lidar mais facilmente com estes imprevistos que surgem e custam caro, sem assumir dívidas desnecessárias.

Então comece crie um fundo de emergência e comece a depositar dinheiro nele todo mês. Você pode até criar uma transferência automática todo mês para esta conta, para não esquecer. Deixe aquele dinheiro rendendo juros e veja ele crescer, mês a mês. Quando você se der conta, terá um apoio importante para momentos difíceis!

basefinancas

Carolina Ruhman Sandler, colunista Governess, jornalista, fundadora do site Finanças Femininas e coautora do livro “Finanças femininas – Como organizar suas contas, aprender a investir e realizar seus sonhos” (Saraiva).